A alma do seu negócio está protegida?

Updated: May 13


Por Fernando Stacchini e Carla Guttilla


Embora pareça clara a importância de se criar e proteger uma boa marca para qualquer empresa, negócio, produto ou serviço, nem sempre essa importância se traduz em medidas concretas para proteção da marca. Ainda é muito comum que haja maior preocupação na criação e no registro da marca do que na constante proteção dela.


Uma marca não é somente a "cara" do negócio. Uma boa marca é a "alma" do negócio! É na marca que se refletem os valores, a qualidade, o prestígio e a reputação da empresa, do produto ou do serviço perante o mercado.


Nesse sentido, a preocupação com a marca deve ir muito além da criação e do registro. Mais além de assegurar o direito de exclusividade sobre seu uso. Há que se preocupar em cuidar da marca constantemente, seja para incrementar sua reputação, seja para evitar que outros a ela se associem (com marca semelhante), buscando se aproveitar dessa reputação.


Se não houver um monitoramento constante de pedidos de registro de marcas iguais ou similares, corre-se o risco de ter de conviver com marcas que causam confusão no consumidor ou no mercado em geral. Isso demonstra pouca preocupação com a reputação da própria marca e, consequentemente, com a imagem da empresa, do produto ou do serviço associados a essa marca.


É necessário, portanto, monitorar semanalmente os novos pedidos de registro de marcas, visando a detectar e contestar eventuais pedidos de marcas similares. Cuide da cara... e da alma do seu negócio!

24 views0 comments